Proibido gastar!

O lema é faxina financeira.

Meu Planejamento
Imagem Divulgação

Em meio à maior crise fiscal da história do Brasil, o discurso dos prefeitos nas cerimônias de posse foi à responsabilidade financeira. Cortes na máquina pública foram anunciadas de norte a sul do país. Mesmo que os rumores no Palácio do Planalto sejam de projeção de expansão do mercado econômico agora em 2017 de apenas 0.5% do PIB (PRODUTO INTERNO BRUTO), a ordem é está não se gasta mais!!!

Estes últimos dias, início deste ano "é proibido gastar" virou um mantra, todo este ajuste financeiro e fiscal vai prevalecer entre os prefeitos e em nossas vidas e casa. Para os prefeitos vale ajustar, fazer cortes como encolher as frotas de carros públicos, reduzir os cargos comissionados, cortar os cafezinhos das cerimonias públicas, como tem feito o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB).

Se o mantra momentâneo "é proibido gastar", estamos vivendo um tempo que nos faz buscar pequenas mudanças em nossas atitudes do dia a dia, que nos farão lucrar... no bolso e no coração!!! Está reeducação financeira, que estamos sendo convidados a vivermos neste tempo, nos ensina a ter responsabilidade com nossos gastos, eu estou usando a seguinte receita. Revendo meu orçamento com atenção e responsabilidade estou readaptando minhas contas para chegar no que estou planejando ser o ideia agora.

Planejei usar este ano o método 50/30/20. Tenho uma renda estável, mas não consigo economizar porque quase sempre gastos com imprevistos, então decidi focar no método...

50% vou gastar com itens básicos como as despesas domésticas (água/luz/telefone), estudos e alimentação.

30% com objetos menos indispensáveis, mas necessárias para a vida como: TV, internet, roupas.

20% para o futuro, economias (investimentos), gastos imprevistos e viagens/presentes.

Eu vou focar neste método, mas existem muitos outros, é só pesquisar e se adequar ao melhor para sua vida e família. O mais importante é o seguinte: ter responsabilidade com seus gastos e enquanto se organiza não esqueça o mantra "é proibido gastar".

 

Autora do contéudo - Elis Negrão, jornalista paulistana, casada, mãe coruja, graduada em comunicação institucional, pós graduada em Educação em Direitos Humanos (UNIFESP /UAB), Educação Financeira (UNIS) e com MBA em Empreendedorismo e Gestão de Negócios (UNIS) e Projetos na USP. Criadora do Blog  www.boadybolso.com.